Buscar
  • Renata Serrano

Quando e como surgiu o vinho?

Começando pelo assunto mais interessante, vamos saber como surgiu o vinho.



O mais antigo ancestral das videiras surgiu no período terciário (alguns bons milhões de anos atrás), mas a espécie conhecida hoje como Vitis vinifera teve seus primeiros registros de cultivo em cerca de 6000 a.C., na Europa e na Ásia.

A videira em seu estado natural é uma trepadeira que cresce livremente e sem forma definida; o responsável por dar forma aos vinhedos – com as videiras quase iguais – como os conhecemos hoje, é o homem.

As bebidas alcoólicas fermentadas acompanham a história da humanidade desde seu surgimento na Terra. A videira também começou a ser cultivada em consequência da evolução das técnicas de agricultura, estabelecendo-se depois que alguns grupos humanos deixaram de ser nômades, fixando-se em terras e cultivando alimentos.

Não sabemos ao certo quando e como ocorreu o surgimento do vinho. Tomando por exemplo a história dos macacos que se embriagaram com frutas fermentadas ao acaso, que caíram do pé, podemos imaginar algo parecido. Acredita-se que os primeiros vinhos tenham sido produzidos por acaso. Provavelmente, nossos ancestrais, depois de comer algumas uvas esquecidas em um recipiente qualquer, experimentaram uma sensação até então desconhecida e bastante agradável, e julgaram interessante repetir o processo com outras uvas frescas.

O vinho foi incorporado ao hábito alimentar de diversos povos, além de estar intimamente ligado à economia, política e religiões.

Há registros de que, em 4000 a.C., havia um consumo em larga escala de vinhos resultantes desse processo primitivo de fermentação. Desde então, tem havido uma enorme evolução e diversificação nas técnicas de manejo dos vinhedos e de elaboração de vinho.

Fonte: Super dicas para entender de vinho – Lis Cereja

0 visualização

Rota dos Vinhos com Renata Serrano

  • Facebook
  • Instagram